Fernando Viana: o xadrezista que virou craque de poker

Home » Blog » Fernando Viana: o xadrezista que virou craque de poker

BLOG

June 29, 2021 3:39 pm

Fernando Viana: o xadrezista que virou craque de poker

É sempre muito bom falar da história de grandes jogadores de poker. Elas são inspiradoras para quem está começando e, nessas trajetórias, podemos perceber padrões que podem nos ajudar a pensar sobre nós mesmos.

E sobre tudo aquilo que sonhamos conquistar com o poker.

Aqui no nosso blog já contamos para você a história de alguns jogadores de sucesso, como André Akkari, Abhinav Iyer, Alex Foxen, Bryan Kenney, Alexandre Gomes e muitos outros. 

O mais legal de tudo é poder perceber que não existe uma fórmula mágica vendida por gurus na internet que vai te fazer vencer no poker. Existe dedicação, estudo e tempo de maturação.

Para poder te inspirar ainda mais a se aprofundar nesse esporte tão fascinante que amamos, hoje falaremos um pouco sobre um dos maiores jogadores brasileiros da atualidade, que acumula ganhos fantásticos com o esporte. 

Com vocês, Fernando Viana – ou “Fviana”. 

Do xadrez ao poker

Fernando Viana nasceu em Guarulhos em 1988, no seio de uma família de classe média. Antes de ingressar no poker, ele descobriu uma aptidão que o fez se destacar em outro esporte da mente: o Xadrez. 

Quando tinha cerca de 13 ou 14 anos, Fernando começou a frequentar a Associação Cristã de Moços (ACM), que oferecia para diversos jovens a possibilidade de passar um tempo praticando uma grande variedade de esportes.

De forma despretensiosa, Fernando percebeu que era bom naquilo – mesmo tendo ingressado tarde no xadrez, uma vez que boa parte dos jogadores profissionais começaram a aprender o jogo aos 8 ou 9 anos. 

Depois de alguns meses jogando, começou a se destacar e a viajar pelo estado de São Paulo representando a sua cidade. Não demorou para ser considerado um dos melhores jogadores de Guarulhos. 

Foi campeão paulista na categoria sub-16. E na sub-18, também. Depois de um tempo, se tornou Mestre Xadrezista – uma das maiores honrarias dentro do esporte. 

Assim como o poker, o xadrez também é um esporte que exige muita dedicação, conhecimento teórico e habilidade. Talvez a interferência do fator sorte seja ainda menor do que no poker.

Com o passar dos anos, inevitavelmente, veio aquela pergunta que todos nós já ouvimos e fizemos a nós mesmos…

Xadrez é bem legal, mas… “que diabos vou fazer da minha vida”? 

Fernando Viana não era um aluno de perfil estudioso. Também nunca pensou em concursos, nem mesmo levou muito a sério a pressão de sua mãe, que sempre quis ver o filho advogado. E olha, oportunidade ele teve: por representar o time da cidade, ele teria bolsa de 100% em qualquer curso na Universidade de Guarulhos.

Por coincidência ou não, o poker entrou na vida do jogador em um campeonato de xadrez, quando ele tinha 17 para 18 anos. 

Era por volta do ano de 2005, 2006. O Poker ainda estava muito no começo e os olhos de Fernando brilhavam diante a possibilidade de ganhar dinheiro com aquilo. 

O profissionalismo veio a partir dos resultados positivos. Aos 18 anos, começou a frequentar a Casa de Poker Texas Tatuapé junto com seu pai, que também era um admirador de poker. “Sêu” Rubens se tornou um proeminente jogador recreativo. 

Nessa época começavam a sair os primeiros artigos sobre poker e havia uma ou outra transmissão de campeonato pela televisão. Era o começo da popularização do esporte. E uma particularidade: Fernando começou no ao vivo de depois migrou para o online. 

Foi uma época em que conciliava o poker, a faculdade e um emprego como entregador. 

Jogando poker profissionalmente

Mesmo assim, com todas as dificuldades em conciliar o poker com as “obrigações”, ele continuou a jogar e a se destacar. 

Os resultados começaram a se tornar mais vistosos. Foi na Lan House perto da faculdade que ele começou a jogar torneios online, principalmente Sit & Go. Mas tudo ainda era muito incipiente e incerto. 

Não havia uma boa gestão de bankroll. Nem mesmo tantas publicações, ou ainda essa profusão de sites e de plataformas online como existe hoje. 

Fernando começou a vender os seus ganhos para alguns colegas e professores da faculdade. No início, o pai não permitia em hipótese nenhuma jogar cash game. Tudo era muito novo. Havia poucos profissionais no Brasil.

Fernando começou a jogar no 4Bet, por volta de 2009 e 2010. E essa é uma história de muito sucesso (depois de um tempo o jogador saiu do time, mas logo retornou e é onde está até hoje). 

Foi só nessa época que ele pôde sair do escritório do pai. Ai o poker virou realmente a sua profissão. O resultado? 

Uma história de conquistas que vou resumir para você abaixo.  

As grandes conquistas de “Fviana”

Segundo André Akkari, Fernando Viana é “monstruoso” um dos “jogadores que mais admiro tecnicamente”. Quando a gente olha para as conquistas mais relevantes da carreira de Fernando Viana, a afirmação se torna muito clara. Como vimos acima, o jogador aprendeu com o xadrez boa parte da disciplina de estudos que mais tarde aprendeu com o poker.

Depois de conquistar resultados expressivos, o jogador começou a se lançar aos desafios bem maiores. E conseguiu ganhar muito dinheiro com isso. Ao todo, estipula-se que o jogador já tenha ganhado mais de 5,5 milhões em premiações online.

Olha só algumas das principais conquistas do craque:          

$109 Sunday Rebuy (2016) 

Talvez essa tenha sido a primeira grande premiação do brasileiro. Nos feltros da PokerStars, Fernando Viana conquistou o bicampeonato ao derrotar 628 oponentes, levando para casa pouco mais de 37 mil dólares – que convertidos, se tornam quase 136 mil reais. 

Dois anos antes, nesse mesmo torneio, Fviana levou para casa 43 mil dólares.  

World Series Of Poker Evento #56 (2019) 

Após conquistar o segundo bracelete de ouro na temporada, o Brasil ficou a poucas eliminações de voltar a vencer o WSOP, com Fernando Viana. Sua atuação foi espetacular, chegando a terceira colocação do Evento 56 e levando pra casa mais de 115 mil dólares de premiação. 

Viana esteve na Final Table e em um All-In pré-flop, decretou a queda de Glen Cressman com AQ♦ contra um 98♣. 

O paulista, entretanto, foi eliminado algumas mãos depois, quando fez uma 3-bet shove de 10 milhões. O alemão Jonas Lauck pagou e mostrou seu par de 99♦, enquanto Viana carregava um AQ♠. Dessa vez, porém, o brasileiro não encontrou nenhum dos seus outs na mesa que abriu com 7751010♣. 

Half Price Sunday Warm-Up (2020)

Nesse torneio de field acirrado, Fernando Viana despachou 3.691 oponentes jogando pelo 4Bet Team, recebendo uma premiação de quase 50 mil dólares. Nesse mesmo torneio, outro brasileiro – Felipe Pantoja – também voltou para casa com uma premiação de quase 9 mil dólares, graças a uma sexta colocação.  

Grand Final High (2020)

Nesse torneio disputadíssimo, Fernando Viana deu uma arrancada para chegar até o que seria (naquele momento) o maior prêmio da sua carreira, embolsando 721 mil dólares. No torneio, organizado pela PokerStars, Viana avançou para a mesa final com 25 bbs. 

A história ficou boa para Fernando Viana em duas mãos importantes. Com 15 bbs ele fez um 3-bet shove do small. O button era o sérvio “Vlada2108”, que aplicou o call e mostrou o AJ♠. 

Fernando Viana estava com um K10♠ e viu o bordo abrir 7♣10♦527♥, garantindo a sua permanência no torneio. 

No total, 971 jogadores pagaram o buy-in de $5.200 dólares do Grand Final High, field que não superou o garantido $5.000.000 do campeonato. 

The Big Blowout (2021) 

Em menos de seis meses, Fviana ganhou mais de 700 mil dólares em um festival de Múltiplas Mesas, também organizado pela PokerStars. O jogador não escondeu a alegria de ter terminado em segundo lugar, mas com uma bela premiação de 771 mil:

“A sensação é de felicidade, de ter chegado num patamar desses, de um big hit tão gigante, que todo profissional igual a mim, que faz isso todo dia, sonha”. 

Os feitos de Viana são tão impressionantes que representam, respectivamente, o nono e o décimo primeiro maior prêmio da história do poker online brasileiro.

Um dos momentos mais marcantes foi quando Fviana abriu um raise para 3,4 milhões e viu o oponente, “xMPFx” anunciar um 3-bet shove de 22,4 milhões. O brasileiro tinha 18,1 milhões e optou por pagar, apresentando o seu KK♥ para a disputa.

O adversário se defendeu com um AK♦. 

O bordo abriu com 548Q2♣ e o brasileiro levou o pote, que foi decisivo para o restante da disputa. 

Conclusão 

Oferecemos, com frequência, uma série de textos que podem ser acessados gratuitamente em nosso blog, para que você se informe sobre os aspectos que envolvem casas de apostas e o universo do poker.

Grandes histórias são importantes para nos inspirar a ir mais longe. Fernando Viana tem uma trajetória comum, marcada pelo esforço e pela dedicação que o tornaram um dos maiores jogadores de poker do Brasil. 

Além desse conteúdo gratuito, nós oferecemos uma cotação justa para que você possa adquirir fichas online, por meio de transações seguras e confiáveis, graças aos 11 anos de experiência que acumulamos no mercado. Por isso, o que precisar é só chamar a DM créditos que te ajudam a fazer as escolhas mais seguras!